Gestão de saúde

Dia Internacional do Parkinson

0
12
2019 / 08 / 07

O dia 11 de abril é conhecido como o dia internacional da doença de Parkinson e serve para mostrar as características dessa enfermidade, sempre com o intuito de educar a população.

A doença de Parkinson (DP) é uma doença que vem com o envelhecimento, mas isso não significa que apenas os idosos apresentem a doença. A DP pode surgir em pessoas de 40 anos ou até menos, em homens e mulheres de todas as etnias e ocupações. 

Mas o quê causa os tremores?

O que sabemos é que, mesmo com sua causa sendo indefinida ainda, um conjunto de fatores como predisposição genética, comportamentais e exposição a agentes químicos industriais como  o manganês, mercúrio e solventes podem levar ao mal de Parkinson.

O parkinsonismo é definido como uma vasta categoria de doenças que apresentam diminuição da neurotransmissão dopaminérgica, ou seja, a transferência da dopamina (substância química que ajuda na transmissão de mensagens) entre as células do sistema nervoso é comprometida, podendo ser dividida em quatro categorias: o parkinsonismo primário, o parkinsonismo secundário, o parkinsonismo atípicos ou outros distúrbios parkinsonianos.A doença de Parkinson (DP) pertence a primeira categoria (parkinsonismo primário) e é a mais comum, abrangendo cerca de 75% dos casos de parkinsonismo.

Essas categorias são importantes para a segmentação do tratamento e acompanhamento médico, que acaba sendo diferente dependendo do nível ou tipo da doença.

O que é importante frisar, é que a doença de Parkinson pode apresentar sinais e sintomas semelhantes a todas as outras categorias e só pode ser corretamente diagnosticada pelo médico.

Os principais sintomas da DP são alteração da marcha, dificuldade de iniciar os movimentos ou executá-los, tremor de repouso, rigidez, disfunções do sono, demência e alterações sensoriais.Até o momento, a DP não tem cura, mas tem tratamento baseado no uso de medicamentos diários.

Tem como característica a progressão contínua, ou seja, a doença piora mesmo com tratamento contínuo.Fique atento aos sintomas e consulte um médico sempre que necessário. Lembre-se que o sigilo médico é sempre prioritário e imprescindível.

Quanto mais cedo o diagnóstico, melhores são as chances de tratamento de doenças como o Parkinson e menos ela afetará sua vida social e profissional. 

Deixe um comentário